Clareamento Dental

Tudo o que você precisa ter o sorriso mais branco

dentista clareamento dental

Agende sua consulta!

Clínica odontológica RJ

Caso prefira, preencha os dados abaixo que entraremos em contato para agendar sua consulta.

Ou agende pelo Telefone: (21) 3189-6444

Dentes manchados ou amarelados costumam ser um verdadeiro incômodo para quem sonha com um sorriso com dentes brancos. Se esse for o seu caso, não há necessidade para maiores preocupações. De forma resumida, o clareamento dental consiste em utilizar produtos à base de peróxido de hidrogênio, que, quando em contato com a superfície dos dentes, conseguem quebrar as moléculas pigmentadas, dissociando-as em moléculas menores e deixando o dente mais claro.

Entretanto, vale reforçar a importância de realizar este procedimento sob a orientação de um dentista. As reações que são responsáveis por clarear os dentes podem ser nocivas às gengivas. Portanto, é fundamental preparar a região antes de iniciar o clareamento dental, seja no consultório ou na modalidade caseira.

Clínica odontológica RJ

Aqui você vai encontrar:

  1. Como clarear os dentes
  2. Quais são os benefícios do clareamento dental
  3. Tipos de clareamento dental
  4. Cuidados antes e depois do clareamento dental
  5. Como funciona o clareamento dental
  6. Quanto tempo dura um clareamento dental
  7. Como é feito o clareamento dental
  8. Quanto tempo demora para fazer o clareamento dental
  9. Quanto custa um clareamento dental
  10. O que é o kit clareamento dental
  11. O quanto meus dentes podem ser clareados
  12. Quais são os efeitos colaterais do clareamento dental
  13. Quem tem restauração pode fazer clareamento dental
  14. Quem pode fazer clareamento dental? (indicações)
  15. Quem não pode fazer clareamento dental? (contraindicações)
  16. Quais são as alternativas para fazer o clareamento dental
  17. O que acontece se dormir com a moldeira de clareamento dental
  18. Mitos e verdades sobre clareamento dental

Como clarear os dentes?

Com o passar do tempo, os dentes começam a escurecer, em consequência do esmalte com desgaste, de modo a tornar a dentina – que é o tecido abaixo, determinante da coloração do dente – muito mais aparente. E também por ingerirmos alimentos com corantes, que acabam pigmentando os dentes.

O principal objetivo do clareamento dental é a eliminação de pigmentos da arcada e suas manchas escuras resultantes, clareando assim os dentes. Essa pigmentação muita das vezes é advinda da alimentação em que restos de comida se alojam na parte externa e porosa do dente e penetram sua estrutura chegando até a dentina e se estabelecendo.

Demais causas são o acúmulo excessivo de placa bacteriana e consequências do hábito de fumar.

A base do clareamento dental é a reação química, sendo o uso do gel clareador, seja por peróxido de hidrogênio ou carbamida, definitivo para a obtenção do resultado. É pela a substância clareadora que se consegue romper as moléculas de pigmento e eliminar as manchas no dente.

No geral, a realização do clareamento dental vai depender da avaliação feita pelo dentista, analisando se o paciente realmente pode se submeter a esse procedimento. É também por meio dessa avaliação que o profissional pode encaminhar o paciente para outros procedimentos antes do clareamento.

Quais são os benefícios do clareamento dental?

O clareamento visa proporcionar um sorriso mais bonito ao paciente, alguns dos benefícios são:

  • Rapidez de resultado;
  • Procedimento indolor;
  • Segurança;
  • Boa durabilidade;
  • Ganho de confiança e autoestima.

Tipos de Clareamento dental

Existem diversas opções de clareamento dental, que podem ser feitas no consultório do dentista ou em casa, e ambos podem trazer bons resultados.

Independente da forma usada, um clareamento dos dentes eficaz e seguro deve ser indicado pelo dentista, porque é fundamental avaliar a dentição de cada paciente, já que, além do clareamento, pode ser preciso realinhar os dentes ou tratar cáries e tártaro, por exemplo.

Clareamento dental no consultório

Uma das opções é a realização do procedimento no próprio consultório com um especialista. Nesse caso, o paciente ativa o gel clareador através de um laser ou luz led, sendo necessárias pelo menos três sessões para que o clareamento seja feito. É comum que os pacientes fiquem divididos na hora de escolher qual é a melhor opção, existe pouca diferença entre o resultado final.

Clareamento dental caseiro

Apesar de muita gente se deixar levar por métodos encontrados na internet sem orientação profissional alguma, é preciso ter muito cuidado. A utilização de produtos como bicarbonato de sódio ou água oxigenada, além de não serem eficientes, podem trazer sérios danos aos dentes e à gengiva.

Hoje, existe certa variedade de produtos aprovados por especialistas que são indicados para realizar esse tipo de procedimento em casa. O mais comum é com o uso de moldeira e gel clareador.

A moldeira é um dispositivo de silicone feito sob medida, de forma que se encaixa perfeitamente na arcada dentária do paciente. Nela, se aplica o gel clareador que vai entrar em contato com os dentes por um período que pode variar de 30 minutos à uma hora. Normalmente, o tratamento costuma durar cerca de três semanas.

Clareamento dental misto

Além das opções acima, também é possível fazer uma combinação entre o clareamento caseiro e o realizado em consultório médico. Essa combinação normalmente é indicada em casos onde o paciente procura mais rapidez no processo, ou quando o clareamento não está acontecendo conforme o previsto. Independente disso, a especialista afirma que é um procedimento que tem resultado rápido e satisfatório.

Clareamento dental a laser

Este tipo de clareamento é realizado pelo dentista, no consultório, sendo feito com o uso de luz pulsada. Os resultados deste método são instantâneos, pois os dentes ficam mais claros desde a primeira sessão, mas podem ser necessárias de 1 a 3 sessões para chegar aos resultados desejados.

Clínica odontológica RJ

Cuidados antes e depois do Clareamento Dental

Antes do Clareamento Dental

O clareamento dentário, independente da técnica utilizada, não deve ser realizado diretamente sobre os dentes antes de passar por alguns procedimentos. Caso contrário, o aparecimento de manchas permanentes sobre o esmalte dentário pode trazer muita dor de cabeça para muitos indivíduos. Confira uma pequena lista com procedimentos prévios ao início do clareamento dentário que precisa fazer parte do seu tratamento:

  • profilaxia e polimento do esmalte dentário;
  • tratamento gengival;
  • remoção de tártaro;
  • aplicação de agentes dessensibilizantes;

Depois do Clareamento Dental

  • Evitar o consumo de alimentos e bebidas com corantes, como o café ou o vinho
  • Se não for possível evitar o consumo de bebidas muito pigmentadas, canudos podem servir como bons aliados
  • Evitar o uso de tabaco
  • Manter uma rotina de cuidados com a higiene dental, escovando os dentes 30 minutos após as principais refeições
  • Evitar o uso de enxaguantes bucais coloridos ou que contenham álcool em sua composição
  • Visitar o dentista regularmente para limpeza dos dentes
clareamento nos dentes resultado

Como funciona o clareamento dental?

Por meio da ação dos radicais livres, como oxigênio, é provocada a oxidação dos pigmentos orgânicos agindo na oxidação de proteínas e aminoácidos, além da possibilidade do clareamento da estrutura mineral do dente.

Quanto tempo dura um clareamento dental?

Esperar que o tratamento para clareamento dentário permaneça com os resultados próximos ao iniciais, por até 2 anos, é uma estimativa razoável. O tempo real de manutenção dos resultados do tratamento depende de vários fatores, como alimentos ingeridos, microbiota local, higienização e características do esmalte dentário.

Como preservar o resultado do clareamento por mais tempo?

Para um resultado mais duradouro é ideal evitar alimentos com corante e frutas vermelhas durante o tratamento, assim como cigarro, café, vinho tinto e chocolate, pois algumas substâncias presentes nestes alimentos podem manchar seus dentes.

Como é feito o clareamento dental

No clareamento dental feito em consultório usa-se um gel com uma alta concentração do agente clareador (geralmente peróxido de hidrogênio) e por isso pode ocorrer sensibilidade nos dentes. Para sua segurança e conforto, este procedimento só pode ser feito em consultório e por um dentista.

No clareamento dental caseiro, o paciente, sob a orientação do dentista, recebe um gel de peróxido de carbamida ou hidrogênio e uma moldeira, e faz segue seu tratamento em casa.

Além das técnicas mencionadas anteriormente, temos o clareamento misto, que é a combinação entre a técnica de clareamento caseiro e clareamento no consultório. Essa técnica combinada normalmente é indicada em casos onde o paciente procura mais rapidez no processo.

Quanto tempo demora para fazer o clareamento dental

Na técnica com uso de moldeira, a aplicação precisa ser feita de uma a duas horas por dia pelo paciente durante 30 dias em média. Quando é feito pelo profissional, pode levar até 50 minutos podendo ser de duas a três sessões com intervalos de uma semana entre os procedimentos.

Quanto custa um Clareamento Dental

Confira quanto custa um clareamento dental

No geral, o preço do clareamento dental pode variar, indo de R$350 (trezentos e cinquenta reais) a R$2.000 (dois mil reais), variando não só quanto ao tipo de abordagem, mas a duração do tratamento.

O que é o kit clareamento dental?

Hoje, é muito fácil ter acesso a um kit para clarear os dentes, inclusive pela internet, na qual o produto é vendido indiscriminadamente. Embora a venda de substâncias, como o peróxido de hidrogênio, seja permitida apenas com prescrição de um profissional, há algumas mercadorias disponíveis para aquisição sem a necessidade da indicação de um dentista.

Em todo caso, ainda que conquistar um sorriso bonito e livre de manchas seja o desejo de muitas pessoas, o clareamento dental só deve ser feito sob uma supervisão profissional.

Caso contrário, o paciente pode sofrer danos irreversíveis nos dentes e no tecido gengival, por exemplo.

Como comprar um kit de clareamento dental?

Embora seja comum a venda de kits de clareamento dental de forma indiscriminada, os produtos utilizados no consultório são diferentes. Isso porque, eles são testados e aprovados para serem aplicados sem o mínimo risco ao paciente.

Então, se você quer passar pelo procedimento, há duas opções: adquirir o produto diretamente com o dentista ou comprá-lo na farmácia ou em lojas especializadas em produtos odontológicos — mas com a receita do profissional, pois sem a prescrição, a substância não poderá ser vendida.

O quanto meus dentes podem ser clareados

Diversos fatores influenciam no nível de clareamento dos dentes, tais como cor natural dos dentes, grau de escurecimento, hábitos alimentares, tabagismo, entre outros. Seu dentista irá avaliar estes fatores e conversar sobre o quanto seus dentes ficarão mais claros.

O clareamento deixa os dentes brancos?

O clareamento dentário vai deixar seus dentes mais claros, e não brancos. É que o clareamento dental não altera a cor básica original dos seus dentes, apenas devolve a cor original perdida ao longo dos anos.

Para entender um pouco mais sobre esta questão, é preciso saber que existem 4 tons que englobam a maioria das cores dentárias. Os tons brancos e amarelos são os mais comuns, porém tons acinzentados ou que tendem para o marrom também podem ser a cor básica formadora dos dentes. E é exatamente aqui que surge a confusão: dentes cujo tom (matiz) é o amarelo não mudam para o tom branco através do clareamento dental. A cor do dente nunca é alterada, porém eles se tornam mais claros e harmônicos.

Quais são os efeitos colaterais do clareamento dental

No caso de clareamentos realizados sem supervisão de um dentista, como já destacamos nos tópicos anteriores, os efeitos podem ser graves e, em alguns casos, irreversíveis.

Entretanto, até mesmo o tratamento realizado mediante supervisão, pode ter efeitos colaterais, já que cada organismo se comporta de uma maneira distinta, frente às substâncias que são utilizadas durante o processo.

A grande diferença entre um e o outro é que o dentista acompanhará a evolução do paciente, avaliando e controlando os efeitos colaterais a fim de que não ocorra nenhum dano que possa prejudicar a saúde bucal.

Mas afinal, que efeitos colaterais são esses? Os mais comuns observados pelos profissionais que atuam com clareamento são:

  • sensibilidade dentária;
  • dores e desconforto;
  • irritação na gengiva; e,
  • alterações do Ph dos dentes.

Meus dentes ficarão sensíveis após o clareamento?

É provável que algum tipo de sensibilidade apareça durante o tratamento – 70% dos casos em tratamentos caseiros. Na maioria das vezes, entretanto, a dor é de pequena intensidade e suportável, e cessa quase imediatamente após o tratamento.

Existem diferentes concentrações de géis clareadores, e o dentista escolhe a concentração de acordo com o caso do paciente.  Quanto maior a concentração do gel, maior o poder de penetração e velocidade do agente, e também maiores as chances do aparecimento de sensibilidade dentária. Em outras palavras, o dentista pode controlar o sensibilidade aumentada pela alteração da concentração do agente clareador.

Os géis em alta concentração , é bom que se diga, também podem causar lesões às gengivais durante as aplicações caseiras. No clareamento caseiro o dentista monitora o tratamento para alterar a concentração ou formulação química do gel a qualquer tempo, conforme as respostas ao tratamento que o paciente vai apresentando.

Quem tem restauração pode fazer clareamento dental?

O que acontece com as resinas após o clareamento dental?

As resinas utilizadas em restaurações não sofrem a ação do gel utilizado no clareamento, permanecendo amareladas. Pacientes com resinas dentárias em dentes anteriores precisam estar atentos à diferença de cor entre restaurações antigas e dentes clareados. E o mesmo vale para próteses dentárias, facetas de porcelana e lentes de contato dental.

Após o clareamento será necessário trocar as restaurações existente, pois elas não sofrem ação dos clareadores e poderão parecer mais escuras frente aos dentes clareados, causando desarmonia estética.

Quem pode fazer clareamento dental?

Não existem muitas barreiras que impeçam o paciente de realizar o clareamento dental. Desde que toda a cavidade bucal esteja em um bom estado de saúde, é possível fazer o tratamento sem problemas. As contraindicações normalmente são para pacientes que possuam problemas bucais como cáries, doenças periodontais e lesões dentárias. Além disso, no terço inicial e final da gravidez, é um procedimento que deve ser evitado.

Outro ponto importante a ser destacado é que o clareamento dos dentes, apesar de muitas vezes ser algo procurado pelos próprios pacientes, é um procedimento que deve ser indicado e acompanhado por um profissional da área.

Quem não pode fazer clareamento dental?

O clareamento dental pode fazer toda a diferença no seu sorriso e aumentar a sua autoestima. Entretanto, existem casos onde o clareamento nos dentes não é indicado.

Entre as principais contraindicações, ou seja, quem não pode fazer clareamento dental, estão:

  • Pacientes menores de 10 anos
  • Mulheres grávidas
  • Pacientes com cáries
  • Pacientes com restaurações defeituosas ou problemas na gengiva
  • Pessoas alérgicas aos complementos do agente clareador

Quais são as alternativas ao clareamento dental

Além do clareamento dental, existem outras alternativas para sorrisos mais claros e harmônicos. Veja a seguir algumas delas, e como elas podem ajudá-lo.

Facetas em resina

A facetas em porcelana é a técnica mais eficiente para a correção de cor em dentes intensamente manchados, amarelados ou escurecidos – ou para indivíduos em busca de cores intensas e próximas ao branco absoluto. O desgaste da superfície dentária, entretanto, é uma desvantagem desses tratamentos que precisa ser considerada antes de iniciar o tratamento.

Lentes de contato dental

Lentes de contato dental são variações frequentemente mais finas das facetas em porcelana. São indicadas para recobrimentos estéticos sem a necessidade de desgastes superficiais. A pouca efetividade da técnica sobre dentes muito amarelados é um desvantagem do procedimento.

O que acontece se dormir com a moldeira de clareamento dental?

Dormir com a moldeira pode provocar irritação na gengiva e aumento de sensibilidade.

Mitos e verdades sobre o clareamento dental

O clareamento dental danifica os dentes?

Não. O dente pode ficar mais sensível, mas não poroso ou enfraquecido. Isso ocorre porque os poros ou canalículos ficam abertos para que o gel clareador libere as moléculas de pigmento que estavam impedindo a luz de passar. Porém, o procedimento não corrói o esmalte do dente e essa sensibilidade tende a diminuir após o tratamento.

As restaurações mudam de cor

Mito. O que muda de cor é o dente natural. O material clareador não é capaz de alterar a cor das restaurações e próteses dentárias. Sendo assim, após o clareamento é necessário fazer a troca de restaurações e próteses que aparecem durante o sorriso.

Todo mundo pode fazer clareamento dental

Mito. O procedimento não é indicado para mulheres grávidas ou que estejam amamentando, pacientes com hipersensibilidade ao medicamento, indivíduos com doença periodontal e presença de muitas restaurações estéticas e/ou retrações gengivais. O clareamento também é contraindicado para crianças de até 10 anos.

Alguns alimentos são proibidos durante o tratamento

Verdade. Para se obter o resultado desejado é importante tomar cuidado com alimentos que tenham corantes. Assim o café, refrigerantes a base de cola, beterraba, chocolate e chá preto podem interferir na durabilidade do tom alcançado no procedimento. Por isso, mesmo após o tratamento, é indicado sempre tomar cuidado com o que é ingerido. É recomendado também evitar os cigarros, já que podem causar manchas nos dentes.

Bicarbonato de sódio clareia os dentes

Em partes. O bicarbonato é uma substância abrasiva e pode retirar manchas da superfície do dente, o que causa a leve impressão de clareamento. Entretanto, o uso do produto deve ser feito apenas em consultório, pois usado em excesso pode danificar os dentes.

Unidades

Com atendimento particular e aos principais planos odontológicos, nosso time de dentistas está presente na Tijuca. Entre em contato conosco e agende hoje sua consulta!

Horário de funcionamento: Segunda a Sexta-Feira, das 08:00 às 19:00

Dúvidas e marcação de consultas:

(21)  97291-7489 / (21)  3189-6444 / atendimento@dentalform.com.br

Clínico Geral na Tijuca

Rua Haddock Lobo, 210, Sala 507 – Tijuca, Rio de Janeiro

Conheça a Dental Form

​Criada em 2016, a Dental Form reúne especialistas nas principais disciplinas da odontologia para oferecer aos pacientes um atendimento integral, promovendo a saúde bucal alinhada aos aspectos funcionais e estéticos. 

  • Mais de 5.400 pacientes atendidos
  • Corpo clínico formado por especialistas em todas as áreas da odontologia
  • Instalações modernas e localização privilegiada com clínica na Tijuca